Santa Casa da Misericórdia

 

A Santa Casa da Misericórdia foi fundada em Lisboa, em 1498, pela Rainha D. Leonor (1458-1525). A instituição tem origem católica portuguesa, embora não seja diretamente subordinada à Igreja. Hoje, a Santa Casa está presente em várias cidades do Brasil e do mundo, com seus hospitais.

A Santa Casa da Misericórdia de Porto Seguro foi a primeira do Brasil. Mas a de Salvador é historicamente a mais importante.

A Santa Casa da Misericórdia da Bahia, em Salvador, foi fundada em 1549, mesmo ano de fundação da Cidade. Existiam dúvidas quanto ao seu ano de fundação, até 1937, quando foram publicadas as folhas de pagamento, de 1549 a 1551. Por elas, sabe-se que a Irmandade da Santa Casa da Bahia já estava organizada em julho de 1549, mas, provavelmente, desde abril. O Hospital era dedicado a São Cristóvão, mas era conhecido como o Hospital da Santa Casa. Em 1893, o Hospital foi transferido para o Santa Izabel, em Nazaré.

Na Bahia, até o século 19, foram fundadas Santas Casas em pelo menos 12 cidades, incluindo a de Ilhéus, fundada em 1564, entre as mais antigas do Brasil.

A Santa Casa da Misericórdia da Bahia abriga a Igreja de Nossa Senhora da Misericórdia. Inicialmente era apenas uma capela no interior da enfermaria. O primeiro templo foi construído por volta de 1560. Provavelmente foi muito danificada após os vários bombardeios de ingleses e holandeses no final do século 16 e início do século 17.

A Igreja atual foi construída em 1653. A partir de 1722, foram realizadas obras de complementação e embelezamento.

Além da Igreja, o conjunto arquitetônico inclui dependências para assistência social, sacristia, claustro e a bela sala do Consistório. Em 1716, foi inaugurado um recolhimento para mulheres.

Hoje, funciona também no local, o Museu da Misericórdia, com obras de arte de valor inestimável.

Fica na Rua da Misericórdia, Centro Histórico.

Site oficial: www.santacasaba.org.br

 

 

 

Santa Casa Salvador

 

As Melhorias no Século 18

Realizadas a partir de 1722. Foram colocados os azulejos das paredes das naves e, em 1728, foi ordenado a conclusão da torre. Em 1733, decorou-se o forro do coro de cima, com florões de talha, pintura e douramento. Em 1735, concluiu-se a talha da capela mor.

 

Obras de Arte

A Santa Casa abriga obras de arte de inestimável valor, como os azulejos que reproduzem a Procissão dos Fogaréus, que a Irmandade realizava na noite de Quinta-Feira Santa. As imagens de São Cosme e Damião vieram da Igreja da Palma, em 1735. Inclui também mobiliário dos séculos 17 e 18.

A sala do Consistório possui um painel, de 1732, representando seis figuras de mulher: a Beneficência, a Fidelidade, a Concórdia, a Honra, a Liberdade e a Razão. Possui também um magnífica galeria de retratos.

O Museu da Misericórdia expõe muitas outras obras.

 

Museu

 

O Claustro do Museu da Misericórdia, com arcadas em cantaria. Ao centro, a bela escultura da Caridade, de 1851.

 

Paço da Misericórdia no Centro Histórico de Salvador.

 

Igrejas Salvador

 

Salvador

 

Copyright © Guia Geográfico - Antigas Igrejas da Bahia, História das Santas Casas.

 

Salvador Turismo

 

 

 

Santa Casa da Misericórdia

 

C. Knepper