Maria Graham em Salvador

A escritora e ilustradora inglesa Maria Dundas Graham Callcott (1785-1842) visitou o Brasil no século 19. Suas impressões sobre o País são descritas no livro Journal of a voyage to Brazil, and residence there, during part of the years 1821, 1822, 1823. Ao chegar em Salvador, ela relatou:

...Esta manhã, ao amanhecer, abri os olhos diante de um dos mais belos espetáculos que jamais contemplei. Uma cidade de aparência magnífica, como vista do mar, situada numa declividade ao longo de uma alta e íngreme montanha. Uma riquíssima vegetação surge em meio as casa brancas, em intervalos, até além da cidade, estendendo-se até a região alta em que está a pitoresca igreja e convento de Santo Antônio da Barra.

...A cada passo que subíamos até a parte alta, víamos um belo espetáculo, em geral uma paisagem da baía e das embarcações. Há qualquer coisa no panorama daqui que é particularmente agradável. O verde, a floresta e os declives, geralmente abrindo-se para o mar ou para a lagoa, atrás da cidade, têm uma frescura e uma amenidade que dificilmente me lembro de ter visto antes. Não vimos senão pouco da cidade alta, mas esse pouco era belo, ...

Veja o original na Biblioteca do Congresso dos EUA.

 

Acima, a Igreja de Santo Antônio da Barra vista do lado da praia.

Embaixo, uma gameleira em um jardim, com a mesma igreja, ao fundo. Ilustrações de 1823, feitas pela própria Maria Graham.

 

Antiga Igreja Barra

 

Charles Darwin

 

Salvador

 

Montagem ilustrativa do livro de Maria Graham. Algumas ilustrações de seu livro foram feitas pelo artista Augustus Earle, incluindo uma de Maria Quitéria.

 

Historia Bahia
Teatro Sao Joao

 

Ilustração Bahia

 

Salvador Antiga

 

Maria Graham

 

Copyright © Guia Geográfico - História da Bahia.

 

Salvador Turismo